quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Apenas um pensamento

Não sei como colocar tudo o que está passando pela minha cabeça e tudo que estou sentindo no meu coração, mas vou tentar e quem sabe passar para algumas pessoas que passam por esse espaço tudo que estou sentindo. Sempre fui um cara apaixonado por meu pai, e por várias vezes até cheguei ficar doente quando ele viajava e nessa época tinha menos de dez anos e eu achava que não iria conhecer um amor maior do que esse que sempre senti por meu pai, e pensava e posso dizer que até sonhava em um dia ser pai e pensava que se meu filho me amasse 10% do amor que eu tinha e tenho por meu pai eu com certeza o cara mais feliz do mundo.

Acho que a minha vida inteira me preparei para quando esse momento chegasse, conheci minha primeira esposa e nessa época ainda não éramos casados e ela foi conversar com uma rapaz que fazia mapa astral, eu não acreditava muito nisso e na verdade só fui mesmo por causa dela. Depois de tanta insistir eu acabei deixando que ele fizesse o meu mapa astral e lógico que como já disse sem acreditar muito e tudo que me era dito. Mas não tenho como esquecer que ele me disse que eu teria três filhos, o primeiro seria um menino, o segundo também e o ultimo na verdade seria a ultima, seria uma menina.

Ele me disse que meu segundo filho seria o mais apegado,  e na época nem dei muita atenção. Meu primeiro filho nasceu e foi um acontecimento que mudou toda minha vida e me encheu de tanta felicidade ao ponto de entrar no quarto da maternidade e parar do lado de uma das camas e não consegui ver ele nela deitado do meu lado, entrei com tanta vontade de vê-lo e imaginando que estaria no colo de alguém que fiquei até cego e não consegui ver um ser tão lindo deitadinho na cama, onde não tive dúvida e matei o meu sonho que era pegar meu filho no colo, com o tempo fui percebendo que graças a Deus ele era louco por mim e isso me deixava num estado de êxtase e aí sim comecei a lembrar o que o rapaz tinha dito e pensei é impossível alguém me amar mais do que ele me ama.

Infelizmente não fiquei muito tempo casado e não pude ter um contato como eu queria com  ele, lógico que nos víamos sempre, mas não era como morarmos juntos e acho que isso contribuiu para que apesar de um ser louco pelo outro ter um contato hoje mais restrito.

Mas aí veio o segundo casamento como um furação na minha vida e dessa união tive mais um menino e depois uma linda princesinha, meu segundo filho desde pequeno mostrava algo diferente e já tínhamos uma ligação que mesmo quando ainda estava na barriga da mãe dele eu sabia quando ele estava bem ou não e nesse caso moramos juntos até hoje e acho que isso também foi importante para manter essa forte ligação, meu primeiro filho é louco por mim e me desculpem o termo o meu segundo filho é retardado por mim de tanta loucura que tem pelo pai.

Sempre pensei no amor e alguma vezes me perguntava, qual é o maior amor que tem nesse mundo? De um pai por seu filho? De uma mãe? No meu caso o maior amor que já percebi em minha vida sem dúvida nenhuma é de um filho por seu pai, nossa Deus me abençoou com três filhos que me amam de uma maneira que não pensei que existisse e que eu teria essa dádiva em minha vida.

Sofro muito por não ter dois de meus filhos morando comigo que é o mais velho e a minha princesa, mas não tem sofrimento maior do que ver uma criança pequena como foi ambos os casos terem que se dividirem por duas pessoas que no caso pai e mãe e o medo de decepcionar um dos dois, minha pequena ficou uma semana comigo inteira e na hora de ir embora o choro antes de ir embora e na hora de ir,  eu daria minha vida para que eles não sofressem tanto assim, vi meu filho mais velho fazer de tudo para dormir no carro e para não ver que estava indo embora e quantas vezes logo  após deixa-lo eu volta chorando com o coração arrasado e hoje não é diferente.

Tenho perto de mim talvez o maior amor que já senti em minha vida de um pequeno que até quando está longe faz questão de me ligar só pra ver se estou bem ou não, mas não tem como um pai que ama tanto seus filhos não sofrer com a falta de filhos tão amados, por perder tanto da vida deles, não tenho hoje o grande amor de minha vida e nesse caso como mulher eu digo e não ter meus filhos perto, só peço a Deus que amenize o sofrimento dos coraçõezinhos e traga para eles felicidade em dobro. O maior amor que já conheci nessa minha vida com certeza é de meus filhos por um pai que é totalmente apaixonado por eles, e que em muitos momentos chora muito por sentir falta do que pode ser o maior milagre desse mundo que é poder ajudar a gerar uma vida.

Carlos Rufato  04:00

Um comentário:

brasileirissíma disse...

Oi, que lindo esse texto, emocionado e real...amor verdadeiro entre filhos e pais, é por isso que viemos nessa condição para exercitar o amor incondicional, que a pesar de tudo Deus nos mostra que somos capazes como seres humanos de amar muiiiiittto. Parabéns pelos principes e pela princesa que afinal enche a tua vida de alegria.